Não me perguntem mais o que me leva a sentir-me assim. Feridas feridas feridas que ardem e não saram. Escondo o meu medo do que possa vir a ser o meu futuro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário